OWL: SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE PESAGEM

A solução de gerenciamento de pesagem da OWL visa fornecer uma abordagem integrada e eficiente para o controle e monitoramento dos processos de pesagem em diversos setores.

Este sistema é projetado para atender às necessidades específicas de empresas que buscam otimizar suas operações de pesagem, garantindo precisão e conformidade com as regulamentações vigentes. Os principais objetivos da solução da OWL incluem:

  • Implementar uma plataforma segura e eficiente para gerenciamento das pesagens nas balanças rodoviárias;
  • Documentar todas as entradas e saídas de veículos na empresa;
  • Eliminar a possibilidade de fraudes envolvendo entrada e saída de veículos na empresa;
  • Permitir o gerenciamento remoto em tempo real dos veículos que transitam na empresa;
  • Documentar de forma eficiente todo o material recebido e a produção escoada da empresa;
  • Facilitar o trabalho do usuário nas operações de pesagem na entrada e saída de veículos;
  • Garantir confiabilidade das informações do ticket de pesagem;
  • Documentar de forma vitalícia e segura todos os tickets de pesagem da empresa;
  • Registrar automaticamente imagens dos veículos durante as pesagens;
  • Bloquear com precisão veículos que estejam transportando mais ou menos material do que deveriam transportar (caso estejam fora da tolerância);
  • Implementar recursos que permitam a auditoria das operações de forma segura e confiável;
  • Integrar as operações de pesagem com o sistema corporativo do cliente.

Como Implementar o Sistema OWL de Gerenciamento de Pesagem

A implementação do sistema de gerenciamento de pesagem da OWL é um processo estruturado que envolve várias etapas críticas para garantir sua eficácia e integração bem-sucedida às operações existentes da organização. Essas etapas são projetadas para assegurar que o sistema atenda plenamente aos requisitos e objetivos específicos da empresa, maximizando os benefícios e minimizando potenciais interrupções operacionais.

A seguir, serão detalhadas as fases principais do processo de implementação, desde a fase inicial de planejamento até a operação e manutenção contínua do sistema.

  1. Pré-projeto e documentações

Ainda na etapa de levantamento de requisitos é definido junto com o cliente todas as customizações e periféricos que serão utilizados, tudo isso é aprovado, será gerado todos as documentações, projetos de instalação civil (caso necessários), diagramas de integração e quaisquer materiais auxiliares ao processo. É nessa etapa também onde ocorrerão todas reuniões necessárias para planejar corretamente a entrega de toda solução.

  1. Pré-montagem do sistema e customizações

De acordo com o projeto, iremos desenvolver as customizações (caso necessário), fabricar todos os componentes necessários, testar todos os periféricos, realizar a montagem completa do sistema para testes ainda em laboratório, configurar os IP’s dos equipamentos de acordo com a infraestrutura do cliente, preparar para transporte e o cliente poderá coletar

  1. Instalação dos equipamentos

Normalmente temos 2 formas de conduzir a instalação: Na primeira, os materiais são enviados para o cliente, onde a própria equipe do cliente realiza a instalação física, que se restringe basicamente em conectar os cabos e alinhar os sensores, toda a parte de software e startup é feita remotamente pela SIAMAC. Na segunda opção, a SIAMAC disponibiliza uma equipe que vai até o cliente e faz toda a instalação.

  1. Startup do sistema, treinamento e integração

Após tudo instalado, é realizado um teste final da integração para garantir que tudo está funcionando perfeitamente, é realizada também o treinamento tanto de operação quanto de manutenção para a equipe do cliente. Com tudo isso finalizado, o cliente inicia a operação e a SIAMAC acompanhará por alguns dias para sanar quaisquer dúvidas e otimizar quaisquer processos.

Periféricos Compatíveis com o Sistema OWL de Pesagem

Tudo que você precisa para implementar uma automação completa na balança rodoviária

A implementação do sistema de gerenciamento de pesagem da OWL é um processo estruturado que envolve várias etapas críticas para garantir sua eficácia e integração bem-sucedida às operações existentes da organização. Essas etapas são projetadas para assegurar que o sistema atenda plenamente aos requisitos e objetivos específicos da empresa, maximizando os benefícios e minimizando potenciais interrupções operacionais.

A seguir, serão detalhadas as fases principais do processo de implementação, desde a fase inicial de planejamento até a operação e manutenção contínua do sistema.

  1. Pré-projeto e documentações

Ainda na etapa de levantamento de requisitos é definido junto com o cliente todas as customizações e periféricos que serão utilizados, tudo isso é aprovado, será gerado todos as documentações, projetos de instalação civil (caso necessários), diagramas de integração e quaisquer materiais auxiliares ao processo. É nessa etapa também onde ocorrerão todas reuniões necessárias para planejar corretamente a entrega de toda solução.

  1. Pré-montagem do sistema e customizações

De acordo com o projeto, iremos desenvolver as customizações (caso necessário), fabricar todos os componentes necessários, testar todos os periféricos, realizar a montagem completa do sistema para testes ainda em laboratório, configurar os IP’s dos equipamentos de acordo com a infraestrutura do cliente, preparar para transporte e o cliente poderá coletar

  1. Instalação dos equipamentos

Normalmente temos 2 formas de conduzir a instalação: Na primeira, os materiais são enviados para o cliente, onde a própria equipe do cliente realiza a instalação física, que se restringe basicamente em conectar os cabos e alinhar os sensores, toda a parte de software e startup é feita remotamente pela SIAMAC. Na segunda opção, a SIAMAC disponibiliza uma equipe que vai até o cliente e faz toda a instalação.

  1. Startup do sistema, treinamento e integração

Após tudo instalado, é realizado um teste final da integração para garantir que tudo está funcionando perfeitamente, é realizada também o treinamento tanto de operação quanto de manutenção para a equipe do cliente. Com tudo isso finalizado, o cliente inicia a operação e a SIAMAC acompanhará por alguns dias para sanar quaisquer dúvidas e otimizar quaisquer processos.

Balança rodoviária

Compatibilidade Universal com Fabricantes: O OWL é projetado para se comunicar com balanças de qualquer fabricante. A SIAMAC se compromete com uma garantia vitalícia de que, se no futuro você adquirir uma balança atualmente não compatível com o OWL, o software será atualizado gratuitamente para oferecer suporte.

Conexões Versáteis RS232 ou IP: O sistema OWL pode ser conectado tanto a balanças que operam via IP quanto aquelas que usam a comunicação RS232, assegurando compatibilidade com uma ampla gama de modelos no mercado.

Conversão Serial para IP Integrada: Exclusividade do OWL, essa funcionalidade converte leituras de balanças seriais RS232 e as disponibiliza via porta TCP IP, permitindo que múltiplos computadores acessem os dados simultaneamente. Isso é particularmente benéfico para locais com múltiplos pontos de operação da balança ou quando o indicador de pesagem está a uma distância considerável do computador de operação (acima de 15 metros).

Leitura Direta do Indicador: O OWL captura o peso diretamente do indicador de pesagem, garantindo que os dados sejam precisos e não sujeitos a entrada manual, eliminando o risco de erros humanos na digitação do peso.

Integração de Unidades Diversas: Com sua capacidade de se conectar a balanças de diferentes fabricantes, o OWL facilita a integração operacional entre várias unidades, permitindo que todas sejam geridas por um único software central.

Combate Eficiente a Fraudes: Uma das fraudes mais simples e mais comuns em balanças rodoviárias é a passagem do veículo sem o devido registro do ticket. O OWL possui mecanismos robustos contra esse tipo de fraude: se um veículo passa pela balança sem registrar o ticket, o sistema automaticamente grava o peso, o horário do evento e o usuário operando o software no momento. Mesmo que o operador desligue a balança, o OWL registra esse evento, assegurando a rastreabilidade e impedindo fraudes.

Como funciona no OWL?

A balança, ao ser integrada ao sistema OWL, opera de forma totalmente autônoma. O sistema gerencia a leitura e a conexão sem intervenção humana, atualizando os pesos de maneira automática. Da mesma forma, os mecanismos antifraude são ativados e monitorados pelo sistema, garantindo segurança e integridade no processo de pesagem.

Painel de automação - SIAMAC

 

Gerenciamento robusto de automação: O painel SIAMAC é extremamente robusto e essencial para a utilização de diversos periféricos usados na automação. Ele é responsável por ler os sensores e realizar os acionamentos necessários para que tudo funcione de forma correta.

Conexão IP: O painel SIAMAC precisa apenas de uma conexão à rede para que o OWL consiga gerenciar toda a sua operação.

Robusto e de fácil manutenção: O painel SIAMAC é fabricado utilizando um CLP da Schneider, que é extremamente robusto e possui uma ampla gama de profissionais para suporte técnico, relés de interface para tornar o sistema ainda mais resistente a surtos elétricos, fonte de alimentação comum para facilitar a troca em caso de qualquer tipo de problema, e borneira para conexão dos cabos. Com tudo isso, o cliente garante um equipamento que provavelmente irá durar décadas e, caso necessário, o próprio cliente consegue realizar qualquer tipo de manutenção, tornando-se totalmente autossuficiente na sua capacidade de manter o sistema todo funcional, não dependendo de nenhum fornecedor.

Sinaleiros indicativos: O painel SIAMAC dispõe de funcionalidades de autodiagnóstico. Apenas observando os sinaleiros localizados na tampa do painel, é possível identificar se o painel está em operação, lendo os sensores e executando os acionamentos necessários. Esta característica facilita enormemente o diagnóstico de qualquer tipo de problema, embora sejam extremamente raros.

Diferenciação da concorrência: A maioria dos concorrentes utilizam placas eletrônicas próprias, muito simples e sem muito cuidado com durabilidade. A grande parte dos concorrentes opta por essas placas com o intuito de vincular o cliente exclusivamente ao seu serviço de fornecimento e manutenção, limitando assim a liberdade de escolha do cliente. Em contrapartida, o painel SIAMAC é projetado para que o próprio cliente possa realizar manutenções e diagnósticos, mesmo oferecendo nós mesmos o serviço de manutenção e peças de reposição.

Como funciona na OWL?

100% autônoma, após conectar o OWL no painel tudo é gerenciado de forma automática e o operador não precisa tomar nenhum tipo de ação.

Controle de acesso

 
 

Cancelas

Prevenção de Fraudes: Evitam a passagem de veículos sem o registro do ticket de pesagem, reduzindo fraudes.

Controle de Acesso: Barram a entrada de veículos não autorizados e asseguram que a pesagem seja completa antes da saída do veículo.

Segurança Aprimorada: Melhoram a segurança e o controle de acesso às instalações do cliente.

Sinalização ao Motorista: Indicam quando o motorista pode entrar ou sair da balança, facilitando a comunicação.

Eficiência Operacional: Aumentam a produtividade e reduzem tempos de espera ao otimizar o fluxo de veículos.

Conformidade Regulatória: Asseguram que os processos estejam alinhados com as normativas legais e padrões de segurança.

Contatores

Os contatores cumprem um papel similar às cancelas, sendo aplicados quando o controle de acesso é feito por portões. Eles oferecem a mesma funcionalidade de gerenciamento de tráfego, diferindo apenas no tipo de barreira física utilizada.

Como funciona na OWL?

A gestão das cancelas é integralmente automatizada: sem a necessidade de intervenção manual, o sistema controla todo o processo. Assim que a pesagem começa, a cancela se abre automaticamente. Ela se fecha quando o veículo está corretamente posicionado e reabre após a conclusão da pesagem. Uma vez que o veículo deixa a balança, a cancela fecha-se novamente, sem ação humana.

Posicionamento na operação

 

Sensores transversais

Combate à fraude em pesagem: Os sistemas automatizados de pesagem são essenciais para prevenir fraudes, como o posicionamento inadequado de veículos na balança, uma prática comum para reduzir artificialmente o peso registrado. Muitas vezes, os motoristas podem tentar enganar o sistema, colocando parcialmente os pneus fora da plataforma de pesagem, o que resulta em uma leitura de peso menor do que a real. Em alguns casos, esta fraude pode ocorrer com a conivência do operador da balança. Este tipo de trapaça é particularmente prejudicial em transações comerciais baseadas no peso, permitindo que os fraudadores transportem mais material ou paguem menos do que deveriam. Sistemas como o OWL utilizam sensores que garantem a conclusão do processo de pesagem apenas quando o veículo está adequadamente posicionado dentro dos limites da balança, eliminando a possibilidade de manobras ilícitas e assegurando a integridade da operação.

Sensores longitudinais

Garantia de Integridade na Pesagem: Importantes em balanças embutidas que não possuem barreiras físicas laterais. Eles asseguram o correto posicionamento dos veículos, eliminando a possibilidade de conclusão da pesagem com o veículo saindo pela lateral da balança, o que poderia comprometer a exatidão do peso medido.

Uso em conjunto com cancelas

Quando se utilizam cancelas, a utilização de sensores é fundamental, pois o OWL se baseia na leitura desses sensores para auxiliar na abertura e fechamento automatizado e seguro das cancelas.

Como funciona no OWL?

O funcionamento é totalmente automatizado, impede a conclusão da pesagem caso o veículo não esteja corretamente posicionado, informando ainda qual lado da balança está com posicionamento inadequado.

Posicionamento na operação – aplicações especiais

 
 

Sensores adicionais

Utilizados quando o cliente precisa que o veículo pare exatamente em uma posição, esses sensores são empregados juntamente com dispositivos de sinalização para o motorista, tais como semáforos, sinais sonoros e displays remotos. Em algumas aplicações, isso é muito importante, seja porque existem pontes para análise e fiscalização do material, seja porque o cliente deseja garantir o posicionamento exato do veículo para que as câmeras capturem perfeitamente a amarração da carga, ou mesmo porque o cliente possui equipamentos especiais que realizam o carregamento automático do veículo, o que requer que o mesmo pare exatamente no local planejado.

Sensores de distância

Eles funcionam de maneira bastante similar aos sensores adicionais, com a vantagem de proporcionarem ainda mais precisão. São empregados quando a variação do comprimento do veículo influencia significativamente no local exato em que devem parar, pelos mesmos motivos que justificam o uso dos sensores adicionais.

Como funciona no OWL?

De forma totalmente automática, o OWL só autoriza o acionamento dos contatores para o carregamento do veículo ou a conclusão da pesagem se o veículo estiver corretamente posicionado conforme a especificação. Se o posicionamento não for o ideal, o OWL notifica os operadores sobre o motivo pelo qual a pesagem não pode ser finalizada.

Identificação do veículo – por câmera de leitura de placa

Câmera OCR/LPR (Leitura de placa por imagem)

Prevenção de Fraudes: O sistema impede que o operador registre um veículo utilizando a placa de outro, uma tática comum em fraudes de pesagem.

Integração mais eficiente: A integração com softwares corporativos torna o processo mais autônomo. Com a placa cadastrada no OWL, o veículo é automaticamente identificado ao se aproximar da balança, dando início à pesagem. Uma vantagem em relação as TAGS RFID, que o operador ainda teria que vincular a placa a TAG.

Evita erros operacionais: Câmeras de identificação veicular previnem o registro ou início de pesagem com placas erradas, garantindo a precisão das operações e evitando falhas.

Eficiência Operacional:  O sistema agiliza o fluxo de veículos e a produtividade, identificando automaticamente os veículos na balança e iniciando a pesagem sem demoras, otimizando o tempo de processo.

Instalação: Em balanças com acesso bidirecional, instala-se uma câmera em cada lado. Para balanças unidirecionais, a câmera é colocada apenas no lado de entrada dos veículos.

Desvantagens em relação ao leitor de TAGS RFID: Comparativamente aos leitores de TAGS RFID, as câmeras de leitura de placas têm limitações relacionadas à condição visível da placa. Ambientes lamacentos ou placas em mau estado podem comprometer a precisão da leitura.

Como funciona no OWL?

O sistema OWL oferece dois modos de funcionamento:

Pesagem 100% Autônoma: Veículos são cadastrados previamente no sistema com informações detalhadas como o produto transportado, cliente, fornecedor, entre outros. Com esses dados pré-cadastrados, sempre que o veículo inicia a pesagem, um ticket é automaticamente gerado com essas informações. Este método é ideal para veículos da própria empresa ou para clientes e fornecedores que transportam sempre o mesmo produto.

Pesagem Assistida: Neste modo, o operador insere os dados necessários em uma pré-pesagem cada vez que um veículo vai ser pesado. Com base nessas informações, o veículo pode prosseguir para a balança e realizar a pesagem de maneira automática. Esta abordagem é mais adequada para situações em que há variações frequentes de produto, motorista ou outros detalhes relacionados à carga.

Identificação do veículo – por leitores de TAGS RFID

 

Aqui estão alguns pontos importantes sobre os leitores de TAGs RFID:

Prevenção de Fraudes: O reconhecimento automático do veículo, principalmente dos veículos que possuem TAGS fixas, torna a operação muito mais segura, porque o operador não realiza qualquer intervenção no processo de pesagem.

Eficiência Operacional:  O sistema agiliza o fluxo de veículos e a produtividade, identificando automaticamente os veículos na balança e iniciando a pesagem sem demoras, otimizando o tempo de processo.

Instalação: Em balanças com acesso bidirecional, instala-se um leitor em cada lado. Para balanças unidirecionais, o leitor é colocada apenas no lado de entrada dos veículos. Também são instalados leitores de mesa nos computadores de operação, que são responsáveis por vincular as TAGS aos veículos que serão pesados.

Operação autônoma: Esse sistema é o mais utilizado para as operações de pesagem autônoma por conta que ele é extremamente rápido, confiável e difícil de ser burlado. É exatamente o sistema utilizado para reconhecimento automático dos veículos nos pedágios (SEM PARAR e outras empresas do mesmo segmento).

Como funciona na OWL

Pesagem 100% Autônoma: Utiliza TAGS fixas, que são semelhantes ao sistema "Sem Parar". Uma TAG é fixada ao veículo e todos os dados da pesagem são associados a ela. Uma vez que o veículo esteja registrado com essa TAG, ele pode realizar pesagens de maneira totalmente autônoma. O veículo é reconhecido automaticamente pela balança, e a pesagem é gerada sem a necessidade de intervenção adicional. Este método é ideal para operações onde o produto transportado não muda com frequência.

Pesagem Assistida: Funciona com TAGS retornáveis, que são usadas para associar os dados da pesagem de forma temporária. O motorista recebe uma TAG que é colocada dentro do veículo para realizar o processo de pesagem. Após a pesagem, o motorista devolve a TAG, que pode então ser reassociada para a pesagem de outro veículo. Este sistema é útil para operações onde há uma frequente mudança de produtos transportados ou de veículos.

Identificação do veículo – por código de barras e QR Code

A identificação do veículo através de código de barras e QR Code é uma tecnologia complementar aos sistemas de pesagem, como as balanças rodoviárias, proporcionando um método eficaz e rápido para o reconhecimento de veículos e cargas. Este sistema permite:

Operação por código de barras

Prevenção a erros operacionais: A utilização de códigos de barras ou QR CODEs vinculados a pesagens específicas minimiza erros. Esse método se alinha bem com logísticas que já produzem um QR CODE ou código de barras para cada carga, permitindo a integração desse código no sistema OWL. Geralmente, esses códigos estão associados a ordens de carregamento ou códigos logísticos internos, melhorando a segurança ao eliminar a entrada manual de dados e impedindo a pesagem equivocada de veículos.

Instalação: Para balanças bidirecionais, instala-se um leitor de códigos em cada extremidade. Em balanças unidirecionais, o leitor é instalado apenas no lado de entrada.

Operação autônoma: Com esse sistema, o motorista pode executar a maior parte do processo de pesagem de forma autônoma, o que contribui significativamente para a eficiência do processo.

Como funciona no OWL?

No OWL de gerenciamento de pesagem, a identificação do veículo através de código de barras e QR Code funciona da seguinte maneira:

Pesagem 100% Autônoma: Este método utiliza códigos fixos, como QR Codes ou códigos de barras, que podem estar presentes em crachás de motoristas ou em cartões no veículo. As informações da pesagem são vinculadas a esse código, facilitando operações recorrentes para veículos ou motoristas que transportam o mesmo produto regularmente.

Pesagem Assistida: Emprega códigos de barras únicos para cada operação de pesagem, integrando-se ao sistema corporativo do cliente. O OWL associa automaticamente o código da ordem de carregamento ao processo de pesagem, eliminando a necessidade do operador de preencher informações manualmente e permitindo que o motorista realize a pesagem de forma autônoma. O operador, se autorizado, também pode gerar e imprimir um novo código de barras que será fornecido ao motorista para a pesagem.

Sinalização

A sinalização eficaz ajuda a garantir a segurança, a eficiência e a conformidade operacional. Aqui está algumas opções:                                                                          

Semáforos

 

Sinalização eficiente: Utiliza sinais universais para comunicar aos motoristas quando podem entrar ou sair da balança. A familiaridade com este tipo de sinalização garante uma compreensão rápida e eficaz, contribuindo para um processo fluído.

Prevenção de desperdício de tempo e retrabalho: Impede que o motorista deixe a balança antes da conclusão da pesagem, evitando atrasos e o esforço adicional de reposicionar o veículo para uma nova pesagem.

Gestão de tráfego pré-balança: A instalação de semáforos antes da balança rodoviária regula o fluxo de veículos, prevenindo congestionamentos nas instalações. Por exemplo, se uma unidade comporta apenas cinco veículos e estes estão em processo de carga ou descarga, é preferível que novos veículos não se dirijam à área de pesagem, evitando assim o excesso de tráfego. Semáforos estrategicamente colocados podem efetivamente gerenciar esta situação.

Displays Remoto

 

Os displays digitais cumprem a mesma função dos semáforos, mas com o benefício adicional de poderem transmitir mensagens mais complexas aos motoristas. Por exemplo, durante uma pesagem final, o display pode mostrar a mensagem: "Pesagem fora da tolerância, dirija-se à portaria", proporcionando instruções específicas e claras em tempo real.

Fita LED da cancela

 

As luzes de sinalização na cancela têm o mesmo objetivo dos semáforos e são particularmente úteis em operações noturnas, aumentando a visibilidade do braço da cancela para os motoristas e prevenindo acidentes.

Como funciona no OWL?

Totalmente autônomo, o operador não tem que realizar nenhum tipo de ação, o OWL controla tudo sozinho.

Visão e auditoria

Visão e Auditoria" referem-se à capacidade de monitorar, revisar e validar as operações de pesagem para garantir a precisão, conformidade e eficiência. Estes são aspectos cruciais para qualquer sistema de pesagem, especialmente em ambientes industriais e comerciais onde a precisão do peso é fundamental.

Aqui estão alguns que a Siamac tem disponiveis:

4 câmeras para o ticket

 

Câmeras IP

Auditoria Aperfeiçoada: O OWL comporta a integração de até 4 câmeras IP por balança, capturando imagens automaticamente ao final das pesagens inicial e final, e vinculando-as ao ticket correspondente. Isso possibilita que, em qualquer momento, o ticket possa ser reimpresso para verificar a condição do veículo no momento da pesagem.

Combate a Fraudes: O uso de câmeras é uma ferramenta poderosa para reduzir e diagnosticar fraudes em balanças rodoviárias. A presença das câmeras não só desencoraja tentativas de fraude, mas também dificulta a execução de atos ilícitos sem detecção.

Vigilância Integrada: As câmeras podem ser integradas ao sistema de CFTV do cliente, reforçando a segurança do local.

Proteção criptografada em bancoAs imagens capturadas são criptografadas e armazenadas no banco de dados pelo OWL, garantindo que não possam ser manipuladas ou excluídas indevidamente, uma medida de segurança avançada em comparação com a maioria dos softwares.

Instalação: A maioria das empresas utilizam 4 câmeras, uma para a frente do veículo, uma para o fundo e 2 que utilizam de forma adicional, geralmente pegando a carga, motorista ou amarração da carga.

Câmeras 180 graus

 

A câmera posicionada no centro da balança, geralmente montada em um poste de 6 metros, é uma das quatro permitidas para conexão com o sistema OWL. Este tipo de câmera é particularmente útil para balanças de 30 metros, fornecendo uma visão completa da carga transportada pelo veículo ao longo de toda a extensão da balança com uma única câmera.

Como funciona no OWL?

De maneira totalmente autônoma, o operador não precisa realizar nenhuma ação adicional para que o OWL capture as imagens; é necessário apenas concluir a pesagem. Os administradores têm a opção de configurar o sistema para fotografar todas as pesagens ou, se preferirem, selecionar especificamente quais produtos, fornecedores, transportadoras, clientes ou motoristas terão as fotos capturadas. Adicionalmente, é possível estabelecer um prazo de armazenamento para essas fotos, de forma que, após um tempo predefinido, elas sejam excluídas automaticamente, o que contribui para a otimização da memória em operações de grande volume.

Gestão de filas

Acompanhamento da fila em tela

 

Tela de Visualização de Fila em Tempo Real: O OWL inclui um recurso que permite exibir a fila de veículos em tempo real em uma tela dedicada. Isso otimiza o processo de convocação dos motoristas para que se dirijam à balança conforme sua vez se aproxima.

Integração com o WhatsApp: O OWL pode ser configurado para se integrar ao WhatsApp, enviando mensagens automáticas aos motoristas quando chega a hora de se dirigirem à balança, informando-os de que é a sua vez (este serviço é oferecido mediante assinatura mensal).

Integração com SMS: Funciona de forma análoga à integração com o WhatsApp, mas as notificações são enviadas via SMS. Este método é uma alternativa eficaz quando o WhatsApp não está disponível ou preferido pelos usuários (este serviço também requer assinatura mensal).

 

Como funciona no OWL?

Operação 100% Automática: O sistema convoca os veículos automaticamente, seguindo a ordem de chegada. Contudo, existe a possibilidade de o administrador configurar prioridades no sistema para determinados produtos, clientes, fornecedores, motoristas ou veículos, permitindo que estes sejam chamados antes, mesmo que tenham chegado posteriormente.

Operação Manual: Neste modo, o operador tem controle manual sobre a seleção dos veículos que serão chamados. Ele tem acesso à ordem de chegada, mas possui o poder de decisão sobre a sequência de chamada, baseando-se em necessidades operacionais ou outras prioridades.

Aplicações especiais

Sensores de diversos tipos e contatores

  • Sistemas de dosagem e enchimento: O OWL possui um sistema de enchimento e dosagem incorporado, onde consegue acionar correias transportadoras, válvulas ou equipamentos auxiliares a fim de realizar o carregamento do veículo em cima da balança rodoviária.
  • Customizações: O OWL foi desenvolvido com base na premissa que cada cliente é único e que cada um deles terá as suas necessidades especiais, com base nisso o OWL é o software do mercado que possui o menor custo de customização e que consegue atender as mais diversas aplicações.

Infraestrutura de TI

Opções de arquitetura que as empresas podem utilizar com o OWL

Para empresas que utilizam o OWL de gerenciamento de pesagem, várias opções de arquitetura de infraestrutura de TI podem ser consideradas, dependendo de suas necessidades específicas, recursos e objetivos estratégicos. Aqui estão algumas delas:

Infraestrutura de TI – Opção 01: Infraestrutura local

 
 

Vantagens

Autonomia e agilidade na operação sem dependência da internet: Esta arquitetura oferece o cenário ideal, garantindo operações independentes de conexão à internet, o que acelera significativamente o processamento de informações ao evitar o tráfego de grandes volumes de dados, como imagens de veículos, pela rede. Além disso, permite o acesso remoto a todas as unidades por meio de um único software OWL externo, facilitando a emissão de tickets, configurações e outras funções.

Atualizações e gerenciamento de banco de dados simplificados: Com as atualizações do OWL, a manutenção necessária do banco de dados é executada automaticamente, incluindo a adição de novos campos ou recursos essenciais, desonerando a equipe de TI de tarefas de manutenção em múltiplos bancos de dados.

Estrutura descentralizada para maior resiliência: Em nossa estrutura unitária, uma eventual falha no banco de dados ou no servidor impacta apenas a unidade específica, permitindo que as demais unidades continuem operando sem interrupções. Isso contrasta com outras arquiteturas onde um único ponto de falha pode comprometer todo o sistema.

Redução da carga no servidor para maior estabilidade: Os servidores lidam com dados de uma única unidade, minimizando o estresse do sistema. O OWL é desenhado para delegar a maior parte do processamento ao lado do cliente, deixando o banco de dados com a função primordial de armazenamento e distribuição de informações, sem demandar intensivo processamento. Isso se torna ainda mais vantajoso quando comparado a estruturas onde múltiplas unidades centralizam suas operações em um único servidor.

Flexibilidade nas atualizações com controle do usuário: Os clientes têm o poder de escolher se desejam receber atualizações automáticas. Ao ativar essa opção, o software é atualizado e gerenciado automaticamente, aliviando a equipe de TI do cliente de tarefas adicionais.

Arquitetura líder de mercado e comprovadamente confiável: Esta arquitetura é adotada pela maioria das empresas por seus reconhecidos benefícios: performance superior, segurança avançada e facilidade de manutenção, representando a escolha mais estratégica para organizações que buscam excelência operacional.

Backups automáticos e seguros na nuvem: Com a opção de backups automáticos, os clientes podem configurar a periodicidade desejada para a criação de cópias de segurança dos seus dados, garantindo um processo de backup sem esforço e altamente eficiente.

Desvantagens

Requerimento de servidores locais: Uma considerável desvantagem desta arquitetura é a necessidade de servidores locais em cada unidade para o armazenamento de dados. Embora seja viável utilizar o computador de pesagem como servidor, essa prática não é aconselhável. Os computadores de pesagem estão mais suscetíveis a interferências que podem comprometer sua funcionalidade. Além disso, em caso de falha crítica, a substituição do equipamento pode ser um processo complexo e demorado.

 

Opção 02: Infraestrutura centralizada

 
 

Vantagens

Centralização eficiente com um único servidor: Esta arquitetura permite a centralização de todas as operações em um único servidor, o que otimiza a infraestrutura e reduz custos com equipamentos e manutenção. É uma solução econômica ideal para quem ainda não possui uma infraestrutura local desenvolvida.

Administração simplificada do servidor: Com apenas um servidor para monitorar, o gerenciamento torna-se mais eficiente, facilitando upgrades e melhorias, além de permitir um acompanhamento mais preciso do desempenho do sistema.

Backups automáticos e customizáveis na nuvem: Oferece a flexibilidade de programar backups automáticos na nuvem com a frequência que melhor atenda às necessidades de cada cliente, garantindo segurança e continuidade dos negócios.

Atualizações automáticas configuráveis: Os clientes têm a liberdade de escolher se desejam ativar atualizações automáticas, permitindo que o software seja gerenciado de maneira autônoma e eficiente, diminuindo a demanda sobre o departamento de TI.

Gestão autônoma do banco de dados: Com cada atualização do OWL, o sistema realiza automaticamente as manutenções necessárias no banco de dados, como a inclusão de novos campos ou recursos adicionais, aliviando significativamente a carga de trabalho da equipe de TI com manutenções de banco de dados.

Desvantagens

Vulnerabilidade à qualidade da conexão com a internet: As unidades operacionais dependem fortemente de uma conexão de internet estável e de alta velocidade para acessar o servidor remoto. Qualquer interrupção na conectividade pode levar a paralisações temporárias nas operações até que o serviço seja restaurado.

Risco de interrupção generalizada: Uma falha no servidor centralizado pode resultar na paralisação simultânea de todas as unidades. Isso pode gerar um volume elevado de chamados de suporte técnico, diferentemente do que ocorreria com uma infraestrutura local que permite a continuidade operacional de outras unidades em caso de falha isolada.

Latência no processamento de dados: Devido ao fato de que a infraestrutura é remota e centralizada, as tarefas de carregamento e salvamento de dados podem sofrer atrasos adicionais, pois as informações necessitam ser transmitidas através da internet.

Opção 03: Infraestrutura centralizada em nuvem

 

Vantagens

Maximização das vantagens com infraestrutura em nuvem: Todas as facilidades oferecidas pela arquitetura de infraestrutura centralizada em um servidor corporativo comum são igualmente acessíveis quando você opta pela infraestrutura centralizada em nuvem, com benefícios adicionais.

Flexibilidade e escalabilidade sob demanda: Utilizando servidores em nuvem, você tem a capacidade de ajustar os recursos disponíveis conforme a necessidade operacional das unidades, proporcionando uma solução altamente adaptável e econômica.

Gestão simplificada de backups: Com a infraestrutura em nuvem, os backups são gerenciados de forma automatizada pelo próprio serviço de nuvem, garantindo segurança e integridade dos dados sem a necessidade de intervenção manual.

Desvantagens

Necessidade de conexão internet robusta: A infraestrutura em nuvem requer uma conexão à internet estável e rápida para todas as unidades se conectarem ao servidor remoto. Interrupções na internet podem causar paralisações nas operações até que a conectividade seja restabelecida.

Vulnerabilidade a falhas centralizadas: Se ocorrer um problema no servidor centralizado, todas as unidades podem ser afetadas simultaneamente, resultando em um alto volume de suporte técnico de maneira concentrada, uma situação evitável com uma infraestrutura local descentralizada.

Latência em operações de dados: A distância física e a dependência da internet podem aumentar o tempo necessário para carregar e salvar informações devido ao tráfego de dados remotos.

Impacto dos custos operacionais: Embora ofereça vantagens iniciais, a infraestrutura em nuvem pode acarretar custos operacionais mais elevados a longo prazo, dependendo das necessidades do cliente.

 

Integração Software externo x OWL

Como é possível controlar, consultar e inserir informações no OWL utilizando um software externo?


Opção 1: Via API

O OWL disponibiliza duas APIs, uma no nível do client, no computador de operação, e outra no servidor. É importante entender a função de cada uma delas:

API do Servidor: Utilizada para realizar agendamentos, cadastrar e gerenciar fornecedores, clientes, transportadoras, pré-pesagens; consultar o status de pesagens e o histórico de informações; bloquear e liberar pesagens; adicionar ou retirar notas fiscais em pesagens; chamar motoristas para irem à balança; baixar imagens dos tickets; cadastrar e gerenciar usuários; entre outros recursos do gênero.

API do clientEssa API é utilizada para operar de fato o OWL, como abrir a tela do OWL em uma pesagem específica, controlar a automação por um aplicativo externo, ler o peso da balança, ou executar qualquer outra ação que seja feita localmente.

Utilizando essas duas APIs é possível realizar praticamente qualquer tipo de integração. A SIAMAC pode customizar recursos a pedido do cliente para tornar o processo de integração ainda mais fácil e eficiente.

Podemos também utilizar engenharia reversa em casos em que o cliente já possua uma integração funcionando com outro software. Podemos fazer com que o OWL ofereça as mesmas rotas de integração, para evitar que o cliente tenha que passar por outro processo de integração.

 

Onde ocorre essa integração na arquitetura?

 
 

A integração de um software externo com o sistema OWL de gerenciamento de pesagem geralmente ocorre através de interfaces de programação de aplicativos (APIs) ou protocolos de comunicação específicos que permitem a troca de dados entre o sistema OWL e o software externo. Veja quais são as vantagens e desvantagens:

Vantagens

Maior fluidez no processo: Integrando via API, os softwares operam como se fossem um só, com atualizações que acontecem praticamente em tempo real, representando o método de integração de mais alta qualidade.

Possibilidades infinitas: Com esse recurso, é possível controlar todas as funções do sistema, possibilitando a integração com qualquer outro sistema que consiga realizar requisições à API.

Desvantagens

Maior custo de desenvolvimento: A única desvantagem desse método é que, em alguns casos, o custo dessa integração pode ser um pouco maior do que em outras formas de realizar esse processo.

Opção 2: Via banco de dados

É possível que o software externo utilizado pela empresa integre com o OWL acessando diretamente o banco de dados, fazendo as leituras e adicionando informações. Veja quais são as vantagens e desvantagens:

Vantagens

Facilidade de realizar a integração: Essa forma é fácil de integrar. Se for apenas para consulta de dados, ela é muito segura e eficiente.

Desvantagens

Menor sincronia: O software externo tem que ficar consultando de tempos em tempos o banco de dados para verificar sobre atualizações das informações, o que resulta em menor sincronia em comparação a integração por API, onde o software externo pode ser avisado sobre quaisquer mudanças.

Menor número de possibilidades: Não é possível fazer a integração de alguns recursos utilizando esse método, ele é utilizado para integrações mais simples.

Incompatibilidade com novas versões: Toda vez que o OWL atualiza, ele também atualiza o banco de dados de forma automática, o que pode fazer com que a integração feita pelo cliente se torne incompatível depois de determinado período.

 

Onde ocorre essa integração na arquitetura?

 

Opção 3: Via arquivo

Tipo de integração mais simples, onde toda pesagem do OWL gera um arquivo (xml, json, txt) em uma pasta especifica, que é então importada para o sistema do cliente, o OWL também pode buscar arquivos de integração em uma pasta para cadastrar pré-pesagens (agendamentos). Veja quais são as vantagens e desvantagens:

Vantagens

Facilidade de realizar a integração e baixo custo: Essa é a forma mais fácil de realizar uma integração simples.

Formato do arquivo customizado: O cliente consegue facilmente customizar qual é o tipo de arquivo e qual vai ser a estrutura interna desse arquivo que será exportado.

Desvantagens

Menor sincronia: O software externo tem que importar os arquivos para conseguir ver as informações, esse é o tipo de integração de menor qualidade.

Menor número de possibilidades: Só é possível saber as informações da pesagem já realizada, nada mais é possível com essa integração.

 

Onde ocorre essa integração na arquitetura?

 

Integração OWL x Software externo

Como é possível fazer com que o OWL insira, atualize e consulte informações no meu software externo?

 

 

O OWL pode ser customizado para realizar integração com softwares externos por meio da API desses softwares. Isso possibilita a execução de qualquer tipo de lógica operacional. As mais comuns incluem:

  • Sinalizar a finalização de uma nova pré-pesagem (agendamento) e atualizar os dados no software do cliente.
  • Sinalizar a finalização de uma pesagem inicial e atualizar os dados no software do cliente.
  • Sinalizar a finalização de uma pesagem final e atualizar os dados no software do cliente, como peso inicial, peso final, peso líquido e quaisquer outras informações.

É possível customizar o OWL para realizar qualquer tipo de integração com o software externo, utilizando-se de API, banco de dados, sockets ou arquivos externos. Recomendamos, sempre que possível, a utilização de integração via API, por ser mais confiável, oferecer melhor sincronia e garantir maior qualidade ao processo.

O OWL dispõe de um recurso de fila de integração, no qual toda ação que gera uma integração executa o procedimento imediatamente. Caso o procedimento falhe — por falta de internet, por exemplo —, ele é colocado em uma fila que, periodicamente, tenta enviar a informação até que a confirmação de sucesso seja recebida.

 

Recursos do OWL

 

Além de tudo apresentado até agora, confira alguns recursos especiais do OWL

Opção COM CHAVE de modo manual

É possível operar os elementos principais (como cancelas) pelo painel após acionar a chave de segurança (que deve ficar sempre em poder dos administradores).

Operação robusta e isolada

Controla os equipamentos de forma desacoplada com a balança e o restante da estrutura. Qualquer tipo de problema com a automação, é possível continuar pesando.

Sinaleiros indicativos

Sem abrir o painel é possível verificar todo o funcionamento da automação, se o painel está conectado no sistema, se está ligado e o estado dos principais periféricos.

Controlado por CLP

Toda a automação é controlada por um CLP, que possui alta robustez e fácil manutenção.

Painel isolado

Todas as entradas e saídas do CLP são completamente isoladas, protegendo todo o sistema

Fácil manutenção

O painel é open source. Fornecemos os esquemas elétricos e qualquer eletricista consegue realizar a manutenção.

Ticket de pesagem em 3, 2 ou 1 via

O OWL permite emissão de tickets de pesagem com 1, 2 ou 3 copias por página, se adaptando a diferentes tipos de operação.

Customização do ticket

É possível customizar o ticket com a logo e estrutura de formatação que a sua empresa utiliza.

Ticket incremental

O software gera automaticamente, de forma sequencial, o código do ticket de pesagem.

Fácil utilização

Desenvolvido com as boas práticas de desenvolvimento de SOFTWARE do Google para facilitar a usabilidade.

Interface intuitiva

Todas as funções do sistema são operadas de forma semelhante, com isso, o software opera de maneira intuitiva, sem a necessidade de grandes treinamentos.

Processo guiado

Para cada processo do sistema, o software pede as informações necessárias de forma gradual, guiando o operador até o resultado esperado.

Histórico vitalício

Todas as pesagens no software ficam registradas de forma vitalícia, com isso, a qualquer momento os gestores podem conferir qualquer pesagem do sistema.

Relatórios filtrados

É possível emitir relatórios de tickets gerados filtrados por: motorista, produto, operação (carga ou descarga), fornecedor, cliente, veículo, em um intervalo de datas, entre outros filtros. É possível emitir em PDF ou excel.

Histórico de ações no programa

Para cada ação no programa o software gera um registro, com isso, os gestores conseguem rastrear as ações de cada usuário do sistema.

Suporte a fator de correção

É possível cadastrar fatores de correções individuais para cada produto (com permissão dos gestores), e com isso, abater fatores como umidade no material da pesagem.

Acesso a várias unidades em 1 único computador

É possível configurar um computador para se conectar a todas unidades, ou seja, cada unidade terá seus dados e o computador administrativo geral consegue acessar todas as unidades de um único software

Histórico vitalício

Todas as pesagens no software ficam registradas de forma vitalícia, com isso, a qualquer momento os gestores podem conferir qualquer pesagem do sistema.

Aprovação/rejeição por peso máximo

É possível cadastrar um peso máximo para o veículo. Sendo assim, quando ele realizar a pesagem final, se ele estiver acima do peso máximo, a pesagem é bloqueada e é necessário que alguém com a permissão autorize a pesagem.

Aprovação/rejeição por peso da nota

É possível verificar o peso atual com o peso das notas fiscais adicionadas a pesagem, utilizando essa função, o sistema permite o cadastro da pesagem final apenas quando o caminhão está com o peso que deveria ter na saída (ou um peso dentro da tolerância configurada).

Mecanismos de combate à fraude

O OWL foi desenvolvido com base na experiência de profissionais com mais de 40 anos de mercado, o sistema possui uma série de recursos de identificação, inibição e sinalização de fraudes.

Aprovação/rejeição por peso máximo

É possível cadastrar um peso máximo para o veículo. Sendo assim, quando ele realizar a pesagem final, se ele estiver acima do peso máximo, a pesagem é bloqueada e é necessário que alguém com a permissão autorize a pesagem.

Aprovação/rejeição por peso da nota

É possível verificar o peso atual com o peso das notas fiscais adicionadas a pesagem, utilizando essa função, o sistema permite o cadastro da pesagem final apenas quando o caminhão está com o peso que deveria ter na saída (ou um peso dentro da tolerância configurada).

Mecanismos de combate à fraude

O OWL foi desenvolvido com base na experiência de profissionais com mais de 40 anos de mercado, o sistema possui uma série de recursos de identificação, inibição e sinalização de fraudes.

Notificação de pesagem fora da tolerância e acima da capacidade máxima

O OWL pode notificar por e-mail os responsáveis toda vez que for identificado um veículo com o peso fora da tolerância de acordo com o peso da nota ou acima da capacidade máxima.

Envio do ticket automático

O OWL pode ser configurado para mandar automaticamente um e-mail com o ticket de pesagem para os clientes, fornecedores, transportadoras e os responsáveis pela operação, toda vez que um ticket for finalizado.

Envio de relatórios periódicos

É possível configurar para que todo dia, em determinado horário, o OWL mande um e-mail com o resumo das operações do dia.

Alerta de passagens

Quando um veículo passa na balança sem gerar ticket o sistema gera um registro de alerta passível de auditoria. O sistema foi pensado de forma que combate diversos tipos de fraudes comuns com pesagens rodoviárias.

Controle de usuários e permissões

Cada pessoa tem o seu usuário e, com isso, é possível saber as ações de cada um no programa. Os gestores conseguem configurar o que cada pessoa pode ou não fazer.

Cadastro de tara com histórico

É possível cadastrar a tara dos veículos. O sistema possui um mecanismo de inteligência artificial que acusa automaticamente quando o veículo está em condições suspeitas.

Veja mais sobre o OWL

Confira alguns vídeos sobre o funcionamento do OWL automatizado, clientes que utilizam o sistema e fotos de instalações realizadas.

VÍDEO DA AUTOMAÇÃO

Esse vídeo mostra um cliente que tinha a automação completa e funcional de um concorrente e, ainda assim, fez a troca pelo SIAMAC OWL por conta de suas vantagens operacionais, melhor disponibilidade e possibilidade de autossuficiência na manutenção do sistema.

VÍDEO DE DEMOSTRAÇÃO

Este vídeo mostra a operação do OWL standard, a versão mais simples do sistema. É interessante a visualização para que você consiga verificar como é simples e intuitiva a interface de operação. Isso é essencial para minimizar erros operacionais e facilitar a adesão dos usuários ao software.

Clientes

Algumas empresas que utilizam o OWL

 
 

SITE DO OWL

No site você encontrará uma série de informações sobre o OWL, assim como sobre a SIAMAC, clientes que utilizam o sistema e as informações de contato da empresa.


Como podemos te ajudar?
Temos a solução ideal!


Entre em contato através do nosso número por ligação ou WhatsApp, por e-mail ou se preferir nos envie uma mensagem através do nosso formulário de contato.

(71) 9 9604 8126

(71) 9 9714 7342

vendas@siamac.com.br